7 Músicas fáceis com 2 acordes: A e D7M


Veja neste vídeo sete músicas fáceis com dois acordes: o A e o D. Com essas músicas fica fácil tocar, pois possuem a troca fácil de acordes para o iniciante no violão.

1 - Samba da Benção

Vinícius de Moraes

Tom: D

D6 A7 D6

É melhor ser alegre que ser triste

A7 D6 Alegria é a melhor coisa que existe

A7 D6 É assim como a luz no coração

D6 A7 D6

Mas pra fazer um samba com beleza

A7 D6 É preciso um bocado de tristeza

A7 D6 É preciso um bocado de tristeza

A7 D6 A7 D6 A7 Senão, não se faz um samba não

D6 A7 D6

Fazer samba não é contar piada

A7 D6 E quem faz samba assim não é de nada

A7 D6 O bom samba é uma forma de oração __

D6 A7 D6

Porque o samba é a tristeza que balança

A7 D6 E a tristeza tem sempre uma esperança

A7 D6 A tristeza tem sempre uma esperança

A7 D6 De um dia não ser mais triste não

D6 A7 D6

Ponha um pouco de amor numa cadência

A7 D6

E vai ver que ninguém no mundo vence

A7 D6 A7 A beleza que tem um samba, não __

D6 A7 D6

Porque o samba nasceu lá na Bahia

A7 D6 E se hoje ele é branco na poesia

A7 D6 Se hoje ele é branco na poesia

A7 D6 Ele é negro demais no coração

Acordes A e D7M

2 - Segue o seco

Marisa Monte

Cifra

Tom: A (Tom original:Bb)

A D7M oi oiá oiá (4x)​​​

A A boiada seca D7M Na exurrada seca A A trovoada seca

D7M Na enxada seca

A D7M Segue o seco sem sacar que o caminho é seco A sem sacar que o espinho é seco D7M sem sacar que seco é o Ser Sol

A Sem sacar que algum espinho seco secará D7M A E a água que sacar será um tiro seco D7M E secará o seu destino seca

A Ô chuva vem me dizer D7M A D7M Se posso ir lá em cima prá derramar você__

A D7M Ó chuva preste atenção A D7M Se o povo lá de cima vive na solidão

A Se acabar não acostumando D7M Se acabar parado calado A Se acabar baixinho chorando D7M Se acabar meio abandonado

3 - Palavras ao vento

Cássia Eller

Cifras

Tom: A (Tom original: A)

A D7M

Ando por aí querendo te encontrar

A

Em cada esquina paro em cada olhar

D7M Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar

A D7M

Que o nosso amor pra sempre viva

Minha dádiva A D7M

Quero poder jurar que essa paixão jamais será

A Palavras apenas

D7M Palavras pequenas

A D7M

Palavras __

Intro: A D7M

A D7M

Ando por aí querendo te encontrar

A

Em cada esquina paro em cada olhar

D7M Deixo a tristeza e trago a esperança em seu lugar

A D7M

Que o nosso amor pra sempre viva

Minha dádiva A D7M

Quero poder jurar que essa paixão jamais será

A

Palavras apenas

D7M

Palavras pequenas

A D7M

Palavras, momento

A

Palavras, palavras

D7M

Palavras, palavras

A D7M

Palavras ao vento

4 - Cachimbo da paz

Gabriel, o Pensador

Cifras

Tom: C

Verso 1: A A criminalidade toma conta da cidade​​ A sociedade põe a culpa nas autoridades D7M O cacique oficial viajou pro Pantanal Porque aqui a violência tá demais

A E lá encontrou um velho índio que usava um ​​fio dental E fumava um cachimbo da paz D7M O presidente deu um tapa no cachimbo e na hora

De voltar pra capital ficou com preguiça​​ A Trocou seu paletó pelo fio dental e nomeou O velho índio pra ministro da justiça D7M E o novo ministro chegando na cidade, Achou aquela tribo violenta demais

A Viu que todo cara-pálida vivia atrás das grades E chamou a TV e os jornais​​

D7M E disse: "Índio chegou trazendo novidade Índio trouxe cachimbo da paz

Refrão: A Maresia, sente a maresia D7M maresia, wuh uh wuh wuh uh A Maresia, sente a maresia D7M maresia, wuh uh wuh wuh uh

A Apaga a fumaça do revólver, da pistola Manda a fumaça do cachimbo pra cachola D7M Acende, puxa, prende, passa Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça

Verso 2: A Todo mundo experimenta o cachimbo da floresta Dizem que é do bom, dizem que não presta D7M Querem proibir, querem liberar E a polêmica chegou até o congresso A Tudo isso deve ser pra evitar a concorrência Porque não é Hollywood mas é o sucesso D7M O cachimbo da paz deixou o povo mais tranquilo Mas o fumo acabou porque só tinha oitenta quilos A E o povo aplaudiu quando o índio partiu pra selva E prometeu voltar com uma tonelada D7M Só que quando ele voltou "sujou"!!! A polícia federal preparou uma cilada A "O cachimbo da paz foi proibido, Entra na caçamba, vagabundo! Vamô pra DP! D7M Ê, ê, ê! Índio tá fodido porque lá o pau vai comer!"

Refrão: A Maresia, sente a maresia D7M maresia, wuh uh wuh wuh uh A Maresia, sente a maresia D7M maresia, wuh uh wuh wuh uh

A Apaga a fumaça do revólver, da pistola Manda a fumaça do cachimbo pra cachola D7M Acende, puxa, prende, passa Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça

Verso 3: A Na delegacia só tinha viciado e delinquente Cada um com um vício e um caso diferente D7M Um cachaceiro esfaqueou o dono do bar porque ele Não vendia pinga fiado A E um senhor bebeu uísque demais, acordou com um travesti E assassinou o coitado D7M Um viciado no jogo apostou a mulher, perdeu a aposta E ela foi sequestrada A Era tanta ocorrência, tanta violência que o índio Não tava entendendo nada D7M Ele viu que o delegado fumava um charuto fedorento E acendeu um "da paz" pra relaxar A Mas quando foi dar um tapinha Levou um tapão violento e um chute naquele lugar D7M Foi mandado pro presídio e no caminho assistiu um Acidente provocado por excesso de cerveja: A Uma jovem que bebeu demais atropelou Um padre e os noivos na porta da igreja D7M E pro índio nada mais faz sentido Com tantas drogas porque só o seu cachimbo é proibido?

Refrão: A Maresia, sente a maresia D7M maresia, wuh uh wuh wuh uh A Maresia, sente a maresia D7M maresia, wuh uh wuh wuh uh

A Apaga a fumaça do revólver, da pistola Manda a fumaça do cachimbo pra cachola D7M Acende, puxa, prende, passa Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça

Verso 4: A Na penitenciária o "índio fora da lei" Conheceu os criminosos de verdade D7M Entrando, saindo e voltando cada vez mais Perigosos pra sociedade A Aí, “cumpádi”, tá rolando Um sorteio na prisão pra reduzir a superlotação D7M Todo mês alguns presos tem que ser executados E o índio dessa vez foi um dos sorteados A E tentou acalmar os outros presos: "Peraí..., vamô fumar um cachimbinho da paz D7M Eles começaram a rir e espancaram o velho índio

até não poder mais A E antes de morrer ele pensou: "Essa tribo é atrasada demais... D7M Eles querem acabar com a violência, mas a paz é contra a lei e a lei é contra a paz" A E o cachimbo do índio continua proibido Mas se você quer comprar, é mais fácil que pão D7M Hoje em dia ele é vendido pelos mesmos bandidos

que mataram o velho índio na prisão

Refrão: A Maresia, sente a maresia D7M maresia, wuh uh wuh wuh uh A Maresia, sente a maresia D7M maresia, wuh uh wuh wuh uh

A Apaga a fumaça do revólver, da pistola Manda a fumaça do cachimbo pra cachola D7M Acende, puxa, prende, passa Índio quer cachimbo, índio quer fazer fumaça

A Maresia, sente a maresia

D7M maresia, wuh uh wuh wuh uh

obs.: Final segue o padrão do: “Maresia, sente a maresia

5 - W Brasil

Jorge Ben Jor

Cifras

Tom: C

A D7M A D7M Alô alô W/Brasil,

A D7M A D7M Alô alô W/Brasil,

A D7M A D7M Jacarezinho, avião, __

A D7M A

Jacarezinho, avião

D7M A D7M A Cuidado com o disco voador, tira essa escada daí..

D7M A

Essa escada é pra ficar aqui fora

D7M A D7M Eu vou chamar o síndico Tim Maia!

A D7M A D7M A D7M

Tim Maia! Tim Maia! Tim Maia! __

A D7M A D7M

O trem corre no trilho da Central do Brasil,

A D7M A D7M

o trem corre no trilho da Central do Brasil A D7M A Incluindo paixão antiga e aquele beijo quente

D7M

que eu ganhei de sua amiga A D7M A D7M E o que que deu, funk na cabeça, __

A D7M A D7M

e o que que deu, funk na cabeça __

continuação da cifra, veja PDF

6 - Te ver

Skank

Cifras

Tom: A

Intro: A D7M

A

__Te ver e não te querer

D7M

__É improvável é impossível

A

__Te ter e ter que esquecer

D7M

__É insuportável é dor incrível (2x)

A D7M

__É como mergulhar num rio e não se molhar

A D7M

__É como não morrer de frio no gelo polar

A D7M

__É ter o estômago vazio e não almoçar

A D7M

__É ver o céu se abrir no estio e não se animar

A

__Te ver e não te querer

D7M

__É improvável é impossível

A

__Te ter e ter que esquecer

D7M

__É insuportável é dor incrível

A D7M (2x)

A D7M __É como esperar o prato e não salivar A D7M __Sentir apertar o sapato e não descalçar A D7M __É ver alguém feliz de fato sem alguém para amar

A D7M __É como procurar no mato estrela do mar

A

__Te ver e não te querer

D7M

__É improvável é impossível

A

__Te ter e ter que esquecer

D7M

__É insuportável é dor incrível

A D7M (2x)

A D7M

__É como não sentir calor em Cuiabá

A D7M

__Ou como no Arpoador não ver o mar

A D7M

__É como não morrer de raiva com a política

A D7M

__Ignorar que a tarde vai vadia a mítica

A D7M

__E como ver televisão e não dormir

A D7M

__Ver um bichano pelo chão e não sorrir

A D7M

__É como não provar o nectar de um lindo amor

A D7M __Depois que o coração detecta a mais fina flor

Refrão: (4x)

A

__Te ver e não te querer

D7M

__É improvável é impossível

A

__Te ter e ter que esquecer

D7M

__É insuportável é dor incrível

6 - Te ver

Skank

Cifras

Tom: A

A D7M No seu pensamento sou rei​​ A D7M E o certo caminho eu não sei A D7M Há mil formas para sorrir​​ A D7M Só uma para ser feliz​

A D7M A No espaço lancei uma canção que vai D7M ( uma linda canção pra mostrar ) A D7M A Força nos dreadlocks que só o tempo traz D7M ( que só o tempo traz )

A D7M o bem que ela me fez a noite toda dancei A Se a onda não está aqui D7M Talvez não possa sentir

Refrão: A D7M Eu e ela __ A D7M Eu e ela __

A D7M só eu andei (solidão) A D7M não encontrei (flor maior) A se amarrou D7M A receba o sorriso e tudo que é bom

A D7M Dredlooks longe estão dos seus valores A D7M sinais dos pobres homens e suas cores A D7M mas a música que te faz ser feliz pra mim é demais A e os segredos assim se revelarão D7M e os receios só se quebram

Refrão: A D7M Eu e ela __ A D7M Eu e ela __

Posts Relacionados

Ver tudo

Redes Sociais

  • Wix Facebook page
  • YouTube Social  Icon